O Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), disse em pronunciamento na última quinta-feira (3), que não é o momento de retomar as atividades presenciais na educação básica. O Governador de Pernambuco diz que a reabertura das escolas ainda não é segura, e que não há parâmetros seguros para reabertura das escolas. A suspensão das aulas nas escolas do estado foi prorrogada até 14 de setembro.

Conheça o podcast do Em frente. Marche! Nosso bate-papo semanal sobre as bandas e fanfarras.

Confira o vídeo como o pronunciamento do Governador de Pernambuco:

No começo da semana, o governo de Pernambuco anunciou a retomada gradual das atividades presenciais nas universidades a partir da próxima terça-feira (8). 

O estado de Pernambuco registra hoje (5) um total de 130.199 caso e aproximadamente 7.645 mortes. O que explica a fala do Governador de Pernambuco, dizendo que a reabertura das escolas ainda não é segura.

“As escolas são espaços fundamentais para a sociedade. Garantem conteúdos, socialização, a rotina de trabalho para muitos pais, empregos, até mesmo refeições para milhares de estudantes, no caso das unidades públicas. Mas reabri-las significa colocar de volta em circulação e em convivência direta mais de dois milhões de estudantes no estado, e o impacto dessa medida ainda não tem, no mundo, parâmetros científicos e precisos de controle”, afirmou o governador.

Conheça o canal do Em frente. Marche! no YouTube.

Poucas horas depois do seu pronunciamento, representantes de escolas particulares fizeram um protesto na Praça da República, junto ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, pedindo uma data para o retorno das aulas presenciais, suspensas desde março.

protesto pela reabertura das escolas em Pernambuco

A reivindicação é de que o governo permita a abertura das escolas que estão preparadas para cumprir as normas de segurança.

Para mais notícias, siga-nos nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/emfrentemarche

Instagram: https://www.instagram.com/emfrentemarche_/?hl=pt-br

Twitter: @emfrentemarche

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here