Uma das maiores dúvidas quando começamos a tocar é: Como treinar o instrumento?

Sempre ouvimos nossos professores dizendo que precisamos praticar, que quanto mais a gente treinar, melhor vamos tocar. Mas pra isso, precisamos de um caminho para seguir.

Se você está começando agora, é importante que você faça três coisas:

  1. Aquecer.
  2. Treinar o que o professor ensinou na aula.
  3. Praticar as músicas que você vai tocar na banda.

Vamos dividir o aquecimento em três partes: notas longas, articulação e ligaduras. Essa será a nossa base até o nível avançado. Você vai tocar as notas que já aprendeu, então, digamos que você sabe tocar apenas cinco notas, o si bemol, dó, ré, mi bemol e fá. Na primeira parte do aquecimento, você vai tocar cada uma dessas notas com 4 tempos de duração, bem devagar, de preferência subindo e descendo. Assim:

Tocando as notas longas, você deve prestar atenção na qualidade do seu som. Você deve tocar as notas iguais, uma não pode ser mais forte do que a outra, o final da nota não pode ser mais forte que o começo e, para isso, você precisa deixar o ar sair constantemente, como uma linha reta.

Na segunda parte do aquecimento, você vai prestar atenção na sua língua, na articulação. Usando as mesmas notas, você vai tocar cada uma com 1 tempo de duração, bem devagar. Desta maneira:

Treinando a articulação, você deve prestar atenção se todas as notas estão iguais, uma não pode ser maior do que a outra e nem mais forte. Outra parte importante é a língua. Você precisa tocar as notas e separar com a língua, não com o ar. Você vai respirar no começo e só vai respirar de novo quando for mudar de nota ou, se você já tiver a respiração bem trabalhada, pode respirar a cada dois compassos.

Em seguida a ligadura, aqui, você vai mudar de uma nota para a outra sem usar a língua, usando apenas o ar, os lábios e os pistos, ou a vara do trombone. Sempre usando as mesmas notas:

Depois de fazer este aquecimento, é hora de lembrar o que o professor passou nas aulas. Se ele ensinou a fazer uma nota diferente, um ritmo diferente, uma posição nova no instrumento, tente lembrar e praticar o que foi ensinado.

Para encerrar, vamos treinar as músicas que você vai tocar na banda. Todas elas. Comece com as partes que você acha mais difícil. Olhe para a partitura e veja qual parte você ainda não consegue tocar ou que você está com dúvida. Se tem apenas um compasso que você não conseguiu tocar, treine apenas ele. Se tem uma nota que você não conseguiu alcançar, tente tocar apenas ela. Repita quantas vezes forem necessárias. Deixe para o final, as músicas que você já sabe tocar, as que mais gosta e precisa apenas melhorar. É sempre bom terminar o dia tocando o que mais gosta.

Como esta primeira coluna sobre a prática é para quem está começando, tudo isso que eu falei pode demorar apenas 20 minutos ou meia hora, e tudo bem. O importante é você praticar sempre.

O descanso também é muito importante, então, tire um dia para descansar. Dê preferência para o dia seguinte ao ensaio geral da banda, pois normalmente ele é longo e cansativo. Se a sua banda ensaia no sábado, tire o domingo para descansar. Se a sua banda ensaia no domingo, a sua folga será na segunda. A recuperação dos seus lábios é tão importante quanto o treinamento.

Deixe nos comentários deste post, ou nas redes sociais do Em frente. Marche!, quais assuntos você quer ver aqui na coluna. Compartilhe com alguém que você acredita que pode se beneficiar deste conteúdo, e nos ajude a espalhar conhecimento.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here