Nessa semana convidamos o Guilherme Henrique, Coordenador Geral e Chefe do naipe de percussão da Orquestra de Metais e Percussão Armando de Arruda Pereira, Vice-Campeã do Circuito dos Amigos em 2019, para conversar sobre como contornar os desfalques que as bandas marciais costumam enfrentar no começo do ano.

A maioria dos componentes das bandas marciais são jovens e adolescentes, que conciliam a participação na banda com estudos, trabalho, cursos preparatórios e outras atividades comuns nessa fase da vida. Com isso, os dirigentes dos projetos de música marcial, precisam adequar seus projetos para que os alunos possam permanecer na banda, sem descuidar de seus projetos de vida. Muita vezes, porém, estas coisas se tornam inconciliáveis e os desfalques no grupo começam a surgir e as equipes precisam estar preparadas para isso também.

Se você gosta do conteúdo do Em frente. Marche!, compartilhe com seus amigos! Isso nos ajuda a alcançar cada vez mais pessoas e cumprir nossa missão, de conectar a comunidade nacional de músicos, maestros, coreógrafos, dançarinos e todos aqueles envolvidos com a música marcial no nosso país.

Conheça a Orquestra de Metais Armando Arruda Pereira

Além da Banda Armando, o Guilherme também trabalha com manutenção e restauração visual de instrumentos de percussão. Entre em contato com ele para mais detalhes:

https://www.facebook.com/profile.php?id=100011740664719

Siga-nos nas redes sociais

Facebook: https://www.facebook.com/emfrentemarche/

Instagram: https://www.instagram.com/emfrentemarche/?hl=pt-br

O podcast Em frente. Marche! é possível graças aos nossos parceiros e apoiadores. Conheça-os:

Planeta Bandas: https://www.planetabandas.com.br/

Compasso Coolab: http://compasso.co/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here